Comunidade de Pokémon e Videojogos no geral!

Login

Esqueci minha senha

Dezembro 2016

DomSegTerQuaQuiSexSab
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário Calendário

Parceiros

Fate4Anime
PokéFórum-PT

    The Legend of Zelda: Ocarina of Time 3D (3DS)

    Compartilhe

    BAlvez
    Mewtwo

    Mensagens : 6024
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 24
    Localização : Vila Nova de Gaia

    The Legend of Zelda: Ocarina of Time 3D (3DS)

    Mensagem por BAlvez em 24/11/2012, 00:41


    Versão testada: -----------

    Ocarina of Time 3D é o remake para a Nintendo 3DS do clássico da Nintendo 64, desenvolvido pela Grezzo mas usando o jogo original como base este jogo tinha o objectivo de transportar este título para os tempos modernos com uma jogabilidade renovada, cómoda e que tire proveito desta nova plataforma. O sucesso deste jogo era muito importante pois a Nintendo precisava de impulsar as vendas da Nintendo 3DS, consola que na altura vivia dias negros por ter um custo elevado e poucos jogos de qualidade. Será que este jogo corresponde a essas espectativas? Antes de responder a isso tenho de falar desta história.

    Em Ocarina of Time somos um rapaz que vive na pequena vila dos Kokiri, um povo conhecido como “as crianças da floresta” pois têm um aspecto petiz e não envelhecem, e cada um deles tem uma fada que acaba por ser a guardiã de cada um, mas o nosso personagem não tem uma e no dia que a controlamos é o dia em que é premiado com a sua fada. A fada de nome Navi diz-lhe que a  Great Deku Tree o convocou pois ele é o rapaz que pode salvar o mundo de uma temível ameaça, ao encontrar-se com a árvore que serve de guia desta comunidade diz-nos que fora amaldiçoada por um homem de armadura negra e pede-lhe para a salvar, assim Link (o nome por defeito do protagonista) entra dentro dela para ver se consegue fazer alguma coisa. A árvore acaba por morrer mas antes dá-lhe uma pedra espiritual e diz para encontrar-se com a princesa Zelda pois ela pode ajudar-nos na nossa tarefa. Assim que encontramos a princesa, ela diz que teve um sonho onde Ganondorf, rei dos Gerudos, procura a Tri-Force e com isso pretende controlar o mundo, para evitar isso temos de encontrar as restantes pedras espirituais. Depois de as conseguir, ao voltar ao castelo de Hyrule vemos Zelda a fugir com Impa (sua guardiã) e ao sair do castelo ela deixa-nos a Ocarina do Tempo. Aí vamos ao Templo do tempo, colocamos as pedras espirituais no altar e é-nos revelada a Master Sword. Ao remover a espada sabemos que o corpo de Link foi selado na espada durante 7 anos e nesse espaço de tempo Ganondorf consegue obter a Triforce da força e consegue controlar Hyrule, e ao acordar encontramos Rauru (ou como eu digo, Raúl) que é um dos seis sábios que protegem a Triforce e pede a Link para despertar os restantes sábios para ajudar na luta contra o temível Ganondorf. Nesse espaço de tempo Link acaba por se tornar um adulto e descobre que na verdade não é um Kokori, e com esse corpo de adulto tem maior capacidade de combater.

    Em primeiro lugar, o que se destaca logo de imediato são os gráficos, sendo este um Remake levou uma remodelação por inteiro, texturas, luzes, sombras, detalhes, as animações (por personagens e no ambiente), nada ficou por detrás e foi muito bem conseguido. E claro, isto tudo em 3D, o efeito está fantástico, talvez o jogo que melhor fez uso desta funcionalidade na consola.
    As melodias são as mesmas que o original OoT da N64, mas claro, foram retocadas para estarem com um som mais limpo e agradáveis, e a banda sonora está boa. Não desilude nem surpreende, está muito fiel à versão original.
    Já a jogabilidade, é aquilo que mais se destaca pois usa todas as ferramentas da 3DS. Algo que na N64 se queixavam muito era o menu de trocar de items e isso, tinha-se de abrir o menu, trocar os itens e isso, dava imenso trabalho e quebrava o ritmo ao jogo, então o menu de selecção de itens está todo no ecrã táctil e podemos atribuir os items que queremos aos botões X e Y e ainda temos 2 botões virtuais que ao tocar neles no ecrã inferior fazem o mesmo efeito, antes existiam 3 botões para acção, agora temos 4 que são bastante fáceis de manusear e trocar de itens é menos requisitado e cómodo. Depois ainda temos o giroscópio que nas tarefas de fazer mira com a Fisga, Flechas, Hookshot e afins dá imenso jeito e é prático, muito mais que fazê-lo com o analógico pois na Nintendo 64 tinha controlos invertidos e requeria perícia e um grande período de habituação de um jogador que esteja menos habituado a esse sistema.
    Outra coisa importante de salientar é que a navegação é menos confusa graças aos mapas que aparecem no ecrã inferior da consola, pois na versão original não era difícil perder o fio à meada, até o famoso Water Temple consegue ser uma experiência mais agradável.
    A Ocarina é certamente o objecto mais importante do jogo. Com ela podemos tocar imensas melodias que nos fazem progredir no jogo pois têm um efeito mágico que podem abrir portas seladas, fazer com que objectos mudem de posição ou até transportar para um outro ponto de Hyrule poupando assim tempo desnecessário a passar por Hyrule Field a pé ou com Epona, a égua que se torna companheira de Link que faz com que as viagem sejam menos chata.
    Por fim e falando da longevidade, o jogo deve de durar entre as 18 e as 30 horas de jogo, dependendo se fizermos as missões secundárias e assim, o que recomendo fazer para termos upgrades úteis para o nosso desenrolar da aventura. E depois de terminado ainda temos o Master's Quest, é contar com as mesmas horas de jogo ou quem sabe mais. Para quem não sabe o Master's Quest é o mesmo jogo num mundo invertido e com Dungeons e Templos mais complexos, algo introduzido na versão do Ocarina of Time lançado para a Game Cube como Bónus do Wind Waker.

    Gráficos 10 - É sem dúvida um dos melhores trabalhos da 3DS;
    Som 9 - As músicas foram tocadas numa gravação limpa e são de grande qualidade, mas não existe nada de novo;
    Jogabilidade 10 - Aproveita todas as funções da 3DS, à excepção do microfone e das câmaras, mas não são nada necessárias neste jogo tais coisas;
    Longevidade 9 - O jogo é grande e ainda tem o Master's Quest. Não dou o 10 pois passado algum tempo o jogo torna-se aborrecido, principalmente nas deslocações, e repetir o jogo no Master's Quest embora desafiador torna-se aborrecido por momentos e não se joga com o mesmo ênfase fora das Dungeon's/Templos;
    Dificuldade 10 - Achei a campanha algo desafiante mas ao mesmo tempo amigável, já o Master's Quest é um desafio bem difícil, ajusta-se quer os jogadores mais casuais quer intensivos..

    Nota Final: - 9,6

    Este jogo não só cumpriu como superou as espectativas da própria Nintendo pois este jogo fez com que se vendessem 3DS.
    É um excelente jogo e este é a definição de clássico nos videojogos pois na altura agitou a indústria, por isso sejam fãs ou não de Zelda este é um jogo obrigatório.

    EDIT: Agora fico à espera do Majora's Mask 3D xD


    Última edição por BAlvez em 11/3/2014, 16:17, editado 6 vez(es)


    _________________


    Friend Code 3DS XL (principal) | 4081-5670-1330
    Friend Code 3DS (secundária) | 1907-9133-8595
    Nintendo Network ID Wii U | BAlvez

    Miguelcmb
    Suicune

    Mensagens : 2459
    Reputação : 21
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 19
    Localização : Lisboa

    Re: The Legend of Zelda: Ocarina of Time 3D (3DS)

    Mensagem por Miguelcmb em 24/11/2012, 08:48

    Boa análise a um jogo muito bom Wink


    _________________
    A jogar: Pokémon Alpha Sapphire e Fallout New Vegas
    RPG Team: Oshawott () lv.9 / Spearow () lv.10 / Elekid () lv.10 / Cleffa () lv.8 / Phanpy () lv.8


      Data/hora atual: 7/12/2016, 20:14