Comunidade de Pokémon e Videojogos no geral!

Login

Esqueci minha senha

Dezembro 2016

DomSegTerQuaQuiSexSab
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário Calendário

Parceiros

Fate4Anime
PokéFórum-PT

    The Legend of Zelda: Link's Awakening DX (GBC)

    Compartilhe

    BAlvez
    Mewtwo

    Mensagens : 6024
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 24
    Localização : Vila Nova de Gaia

    The Legend of Zelda: Link's Awakening DX (GBC)

    Mensagem por BAlvez em 25/3/2013, 22:46


    Versão testada: Virtual Console 3DS

    Em 1992 foi lançado para a SNES o jogo The Legend of Zelda: A Link to the Past, jogo este que revolucionou os Zelda's na sua estrutura de jogo tornando-a uma série acessível para todos mas com o seu desafio, ao contrário dos dois jogos da NES que eram extremamente difíceis. Mas não é desse grande jogo que vou falar aqui mas sim do que saiu no ano seguinte. Aproveitando as excelentes críticas que teve o jogo da SNES, a Nintendo achou interessante que a série Zelda também tivesse vida nas consolas portáteis, assim acabou por ser desenvolvido e lançando Link's Awakening para o original Game Boy, jogo este que teve imensos Cameo’s de outras famosas séries da Nintendo onde o maior destaque vai para Mario. A crítica na altura achou que este jogo foi muito bem conseguido mas um dos maiores defeitos apontados foi sobre a ausência de cores, coisa que o Game Boy não oferecia mas que tornava a aventura imperceptível por momentos, mas em 1998 a Nintendo resolveu isso com um remake chamado de Link's Awakening DX. Lançado para o Game Boy Color, tem uma dungeon exclusiva chamada de "Color Dungeon" e a possibilidade usar o Game Boy Printer.

    Agora falando da experiência que o jogo oferece, este conta-nos uma história bastante diferente de todos os outros Zelda. É uma sequela de A Link to the Past (e em termos cronológicos também de Oracle of Ages ou Seasons que após a derrota de Ganon, Link (ou como vocês queiram chamar o personagem) decide viajar pelos mares com o objectivo de ficar mais forte (assim viaja para as ilhas de Oracle of Ages ou Seasons) para assim estar preparado para uma eventual nova ameaça, mas ao voltar para Hyrule as coisas correm mal. Enquanto navegava apareceu uma enorme tempestade que destruiu o seu barco e fez com que ele desse à costa de uma ilha desconhecida (chamada de Koholint). Lá é encontrado pela Marin, uma habitante local que o leva para sua casa, e após acordar Link descobre que a única maneira de sair da ilha é despertando uma criatura chamada de Wind Fish, que está a dormir dentro de um ovo (sim, o mesmo do ecrã inicial) e para o despertar são necessários oito instrumentos musicais que estão bem guardados pelas Dungeons de Koholint. Por isso o nosso objectivo é recuperar tais místicos objectos e despertar Wind Fish para voltar a Hyrule. À medida que vamos avançando na história vamos descobrindo mais sobre esta misteriosa ilha e permitam-me que vos diga que a história consegue ser bastante apelativa com o desenrolar dela.

    Este jogo é bastante fluido em geral mas a jogabilidade está um mimo, atacar, fugir, deslocar no cenário, usar os diversos itens, está realmente muito bom, se bem que se pode tornar chato ter de trocar os itens com enorme frequência, o Game Boy apenas tem dois botões daí a razão de tal limitação que pode condicionar a experiência em momentos, principalmente quando se tem de usar combinações de itens (Pegasus Boots e Roc's Feather!!). Outra coisa é que temos a espada e o escudo como objectos a solo e podemos substituir pelos outros, coisa que de início causa estranheza pois esses objectos costumavam ser um só.
    Graficamente, a lavagem que a versão DX fez justifica-se, este é dos melhores jogos de 8-bit que já vi, as cores estão muito boas e fazem a diferença. É dos jogos com melhor aspecto no Game Boy Color e não só isso, mesmo as animações estão excelentes. O único problema é que os adversários (principalmente os de maiores proporções) podem ficar "cortados", ou seja, sem cor numa só parte do corpo e por momentos.
    Já a nível sonoro, outro excelente trabalho, com imensas melodias (umas quantas épicas) e são apresentadas de uma forma bem dinâmica, fala-se com uma personagem que diz que vai cantar a melodia muda logo, muda-se de cenário e a música também, mas isto de uma forma continuada, o que é excelente. E mesmo os efeitos e detalhes sonoros estão bons e por vezes importantes para saber onde existe uma parece falsa ao bater com a espada nela. Contudo, esses detalhes sonoros só acontecem quando somos nós a fazer alguma coisa (ou as bombas dos Bombers quando rebentam), sente-se a falta de sons feitos pelos NPC's e existem uns poucos que estão a realizar acções.
    Já a longevidade, é um jogo de aventura num Game Boy, mais uma Dungeon exclusiva, por isso deve de demorar umas 10 horitas não? Não. Este jogo é enorme, o mapa é bastante grande e existem 256 quadrados de Mapa, fora os das Dungeons e outros locais! Depois ainda existem side-quests, como uma (longa) troca de itens que nos dá uma boa recompensa no final ou a procura dos búzios que também dão uma grande recompensa. Por isso, várias missões e ainda um mapa grande para explorar, este jogo pode bem chegar às 20-25 horas no máximo com bastante variedade, é excelente.
    Já a dificuldade, a viajar pelo mundo os inimigos em geral não são um grande problema (excepto os Bombers, os inimigos com escudo ou fantasmas), e mesmo quando nos sentimos perdidos se encontrar-mos uma casa com um telefone o senhor Ulrira dá-nos dicas bastante úteis, já nas dungeons existe um sistema semelhante que são as estátuas da Coruja (esta também aparece pelo jogo), quando se encontra um Bico numa Dungeon, ao falar com elas dão-nos dicas sobre essa mesma Dungeon, o que é bastante útil (exclusivo da versão DX). O único senão neste aspecto são os Bosses ou Mini Bosses (estes últimos quando derrotados fazem uma espécie de Checkpoint na sala dele para mover-se mais rápido pela Dungeon) que requerem estratégias para cada um e não existem dicas para os derrotar, um jogador tem de perceber por si e quando se perde temos de voltar à sala dele novamente.

    Gráficos 9,5 - É dos melhores se não o melhor trabalho feito para o GBC contudo a perda de cor nos inimigos embora casual não é bom de se ver;
    Som 9,5 - Está excelente, dinâmico e dá gosto de apreciar tal trabalho, mas sente-se a falta de sons ambiente;
    Jogabilidade 9 - Está excelente, fluida, muito dinâmica para um Game Boy mas ter de trocar de itens constantemente torna-se bem chato e por vezes nada prático;
    Longevidade 10 - Uma aventura tão grande numa consola portátil como o Game Boy é obra e não cansa pela sua diversidade;
    Dificuldade 9,5 - Adapta-se a qualquer tipo de jogador com bastantes dicas durante o jogo para quem as pedir, já os bosses podem não ser tão fáceis para alguns e não existem dicas para eles.

    Nota Final - 9,5

    Arrependo-me de em criança não ter tido este jogo. Provavelmente nem o chegaria a terminar mas este jogo é excelente, é uma aventura portátil com calibre de estar numa doméstica e este remake justifica-se. Por isso recomendo este jogo vivamente quer aos fãs que nunca jogaram quer aqueles que nem fãs são de Zelda, e quem tem uma 3DS pode bem comprar por 6 euros tal aventura pois no fim chegarão com o seguinte pensamento: "Que pechincha por tal jogo".


    Última edição por BAlvez em 11/3/2014, 16:35, editado 4 vez(es)


    _________________


    Friend Code 3DS XL (principal) | 4081-5670-1330
    Friend Code 3DS (secundária) | 1907-9133-8595
    Nintendo Network ID Wii U | BAlvez

    Miguelcmb
    Suicune

    Mensagens : 2459
    Reputação : 21
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 19
    Localização : Lisboa

    Re: The Legend of Zelda: Link's Awakening DX (GBC)

    Mensagem por Miguelcmb em 26/3/2013, 17:26

    Boa análise, parece-me ser mais um Zelda muito bom, talvez o compre um dia. Só uma coisa, no título escreveste "Awekening" e se não estou em erro é "Awakening" Wink


    _________________
    A jogar: Pokémon Alpha Sapphire e Fallout New Vegas
    RPG Team: Oshawott () lv.9 / Spearow () lv.10 / Elekid () lv.10 / Cleffa () lv.8 / Phanpy () lv.8


    BAlvez
    Mewtwo

    Mensagens : 6024
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 24
    Localização : Vila Nova de Gaia

    Re: The Legend of Zelda: Link's Awakening DX (GBC)

    Mensagem por BAlvez em 26/3/2013, 21:20

    Miguelcmb escreveu:Boa análise, parece-me ser mais um Zelda muito bom, talvez o compre um dia. Só uma coisa, no título escreveste "Awekening" e se não estou em erro é "Awakening" Wink

    Ainda bem que achaste uma boa análise Wink E pah, à excepção dos dois primeiros, qual é o Zelda que deixa algo a desejar? xD

    E pah, obrigadão por ter reparado nisso, não só no título como ao longo da análise escrevi mal, nem sei o que me deu para ter escrito assim xD


    _________________


    Friend Code 3DS XL (principal) | 4081-5670-1330
    Friend Code 3DS (secundária) | 1907-9133-8595
    Nintendo Network ID Wii U | BAlvez

    Conteúdo patrocinado

    Re: The Legend of Zelda: Link's Awakening DX (GBC)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 02:25


      Data/hora atual: 3/12/2016, 02:25