Comunidade de Pokémon e Videojogos no geral!

Login

Esqueci minha senha

Dezembro 2016

DomSegTerQuaQuiSexSab
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário Calendário

Parceiros

Fate4Anime
PokéFórum-PT

    Phoenix Wright: Ace Attorney - Trials and Tribulations (NDS/Wii/iOS)

    Compartilhe

    BAlvez
    Mewtwo

    Mensagens : 6024
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 24
    Localização : Vila Nova de Gaia

    Phoenix Wright: Ace Attorney - Trials and Tribulations (NDS/Wii/iOS)

    Mensagem por BAlvez em 19/9/2013, 22:22


    Versão testada: Nintendo DS

    E para completar a trilogia original, por fim chegamos ao Trials and Tribulations. Este jogo foi originalmente lançado para o Game Boy Advance em 2004 no Japão e recebeu um Port localizado em 2007 nos EUA e em 2008 na Europa. Já em 2010 a Wii recebeu uma versão WiiWare deste mesmo jogo e claro, ele também faz parte da colectânea lançada para iOS em 2013.

    Este jogo tem uma parte introdutória muito diferente da dos jogos anteriores, pois não controlamos Phoenix Wright mas sim Mia Fey, a mentora do nosso protagonista. Quando tomamos controlo dela no primeiro caso (que serve como tutorial), nós sabemos que ela está a tomar o seu segundo caso na carreira, um ano após ter tomado o seu primeiro caso onde supostamente aconteceu uma tragédia, e claro, estes são acontecimentos que se passaram 5 anos atrás tendo em conta a data presente do jogo. Neste primeiro caso do jogo, Mia tem que defender Phoenix Wright, ainda estudante de faculdade, que está a ser acusado de homicídio de um estudante de farmacologia, num caso muito estranho cheio de coincidências.
    Posso desde já adiantar que para além da Mia Fey, também controlaremos a personagem que dá nome ao jogo e ainda uma outra que convém não dizer, e com isto dá para ver as várias perspectivas de cada uma das personagens sobre a história geral do jogo, pois embora hajam 5 casos diferentes, as origens de Phoenix Wright será um dos grandes focos deste videojogo, mas claro, como eu disse "um dos", existem mais e de deixar qualquer seguidor da série de queixo caído.

    Agora falando do jogo em si e começando pelo grafismo, existem novas personagens, novos casos, novos cenários, e claro, novas animações que dão muita vida ao jogo, mas chegamos a um ponto que elas deixam de surpreender. As animações continuam excelentes mas não é nada que a série não nos mostrou antes. Para além disso tenho que destacar pela negativa os cenários já conhecidos dos jogos anteriores, pois permanecem inalterados desde o primeiro jogo.
    Já falando em música e efeitos sonoros, em termos de novas músicas é preciso dizer que são de maior qualidade face ao 2º jogo, mas são apenas algumas adições, muitas das músicas dos jogos anteriores continuam presentes. Não é que seja mau que o que já tinha sido feito antes continue presente, a questão aqui é a reciclagem e para um novo jogo não é bom de todo.
    Já a Longevidade deste jogo, são 5 casos no total, dois deles algo curtos, mais três com uma boa duração... Umas 13-14 horas à vontade e claro, repetir casos será algo que muita gente fará pois estas histórias dão que pensar e repetir até fará com que se entenda melhor o que se passa, muitas vezes olhando a coisa de outro prisma, mas isso claro, não aumenta em nada a dificuldade do jogo, tal como as entregas anteriores.
    Desta vez a jogabilidade é o ponto final desta análise, e porquê? Porque não existe nada a dizer, está tal e qual como o capítulo anterior, funciona muito bem para o jogo que é mas não existem novidades.

    Gráficos 7,5 - Trabalho de animações de qualidade mas não surpreende, assim como o uso dos mesmos cenários desde o primeiro jogo;
    Jogabilidade 8 - Nada de novo para apimentar a coisa tal como aconteceu antes, mas assenta bem para o tipo de jogo que é;
    Som 8 - Novas músicas com qualidade mas existe muito o uso de entregas anteriores;
    Longevidade 8 - Este aspecto continua como antes, o factor repetição vale pela história e o sistema de penalização pode condicionar a experiência, contudo os casos são bem envolventes e repetir qualquer um deles é coisa que qualquer um fará;
    Dificuldade 7 - É um jogo de raciocínio e para a primeira vez a jogar é um belo desafio, mas depois perde a piada, mas também o sistema de penalização pode tramar os jogadores menos atentos num ápice.

    Nota Final - 7,7

    Tecnicamente, mais do mesmo e por isso é que dou a nota que dou, intelectualmente, uma experiência rica que faz fechar em grande a primeira trilogia da série. Se gostaram da série, então este é um título obrigatório, senão gostam da série, não é este capítulo que vos fará gostar dela.


    _________________


    Friend Code 3DS XL (principal) | 4081-5670-1330
    Friend Code 3DS (secundária) | 1907-9133-8595
    Nintendo Network ID Wii U | BAlvez

      Data/hora atual: 3/12/2016, 02:22