Comunidade de Pokémon e Videojogos no geral!

Login

Esqueci minha senha

Dezembro 2016

DomSegTerQuaQuiSexSab
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário Calendário

Parceiros

Fate4Anime
PokéFórum-PT

    Super Mario World (SNES)

    Compartilhe

    BAlvez
    Mewtwo

    Mensagens : 6024
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 24
    Localização : Vila Nova de Gaia

    Super Mario World (SNES)

    Mensagem por BAlvez em 30/4/2014, 15:59


    Versão testada: Super Mario Advance 2 (GBA)

    Depois do enorme sucesso de vendas que foi Super Mario Bros. 3 para a NES, a Nintendo sentiu que a fórmula criada nesse jogo foi bem conseguida e existia muito que podiam explorar, mas em vez de criar uma nova sequela para a sua primeira consola caseira decidiram criar um novo jogo para a consola que aí viria de nome SNES. O jogo que hoje conhecemos como Super Mario World foi um título de lançamento da então nova consola da Nintendo que saiu para o mercado no final de 1990 no Japão, no verão de 1991 na América do Norte e na primavera de 1992 nos diversos países europeus, mas será que este jogo conseguiria destacar-se do seu antecessor?

    Nesta quarta entrega de Super Mario, o famoso canalizado italiano, seu irmão Luigi e a Princesa Toadstool estão numa ilha de nome Dinosaur Land a passar férias, mas como sempre aparece o temível Bowser que acaba por raptar Peach e os dois irmãos terão de fazer tudo para a salvar.

    A mudança de cenário não foi uma escolha ao acaso para esta entrega porque nesta ilha Mario terá novos companheiros de viagem que são os Yoshi, dinossauros verdes que podem carregar às cavalitas o jogador. Temos total controlo destas criaturas e ao pressionar o botão de correr eles esticam a sua enorme língua que se caçar um inimigo ele pode ingeri-lo sem grandes problemas. mas uma carapaça dos Koopa demora a ser engolida e ainda bem. Porque é que digo isto? Porque existem carapaças de quatro cores diferentes e cada uma delas torna-se num Power-up para um Yoshi, as verdes são as mais comuns e apenas servem como item de arremesso mas as vermelhas fazem com que o dinossauro cuspa fogo quando larga essa carapaça, as azuis fazem o Yoshi voar enquanto ele não engole uma carapaça dessa cor e ainda existe a amarela. Esta última causa um terramoto que elimina todos os inimigos que estejam em contacto com a terra uma vez que Yoshi salte para o solo quando tem uma na boca, mas isto não é tudo acerca destas misteriosas criaturas. Uma vez que se desbloqueie um certo mundo especial, lá poderemos encontrar Yoshi’s de três cores diferentes, um vermelho, um azul e outro amarelo, estes causam os mesmos efeitos que os Yoshi’s verdes têm quando seguram uma carapaça de determinada cor independentemente da cor da carapaça que têm, por exemplo, um Yoshi azul irá conseguir voar mesmo que tenha uma carapaça verde na sua boca ou um amarelo consegue provocar um terramoto mesmo que tenha uma carapaça vermelha em sua posse. Estes dinossauros trouxeram uma grande dinâmica ao mundo de Super Mario e são uma forma de Power-Up bastante interessante pois não só nos ajuda a navegar pelo cenário como também nos permite receber um dano extra dos inimigos. Um detalhe importante de referir sobre os Yoshi é que eles podem ir connosco para qualquer nível à excepção dos castelos, fortalezas e casas assombradas, ficarão à porta à nossa espera e volta a juntar-se quando se for para outro nível onde possa participar.
    Falando agora dos canalizadores, comparado com Super Mario Bros. 3 este jogo está mais fraco no que toca a Power-Up’s pois para além do habitual cogumelo e da flor de fogo, apenas existe uma pena que dá uma capa amarela a Mario e nada mais que isto. O leque pode ser bastante reduzido, mas esta pena é um Power-Up mais que bom, deve de ser a melhor habilidade que deram a Mario até agora e com ela podemos atacar inimigos ao girar, se ganharmos velocidade suficiente podemos projectar-nos para o ar e planar de forma a poder navegar de forma aérea pelo nível (se este nos permitir claro) e ao cair podemos abrandar o tempo de queda de forma a aterrar com maior precisão. Este Power-Up acaba por ser uma versão melhorada do fato de Tanooki de Mario 3 pois não só faz melhor aquilo que se fazia antes de uma forma mais fluida e precisa como também permite usar as habilidades de projecção e queda abrandada enquanto estamos com um Yoshi. Agora Mario tem um Spin Jump que elimina instantaneamente Koopas e inimigos que precisam de dois ataques para ser eliminados (para além de poder saltar sobre certos inimigos sem receber danos e poder desmontar do Yoshi quando se pressiona este botão). A jogabilidade acaba por ser muito mais fluida e fácil de apanhar o jeito, no título anterior podiam existir diversos Power-Ups mas não era tão fácil de ter o melhor controlo da personagem, o novo hardware ajudou sem dúvida na fluidez deste novo título e ainda bem que este jogo foi lançado para a SNES pois acredito que esta forma de jogar é quase perfeita.
    Só me resta dizer que o cenário da Dinossaur Land é bastante importante, é uma clara evolução do seu antecessor pois antes existiam diversos mundos onde uma vez terminado jamais se podia voltar a esses níveis, em Super Mario World apenas existe um mundo que contém várias secções diferentes onde cada uma delas corresponde a um tema de níveis diferentes e é possível voltar a níveis anteriores. Se estivermos na última secção podemos voltar à primeira para conseguir Power-Up’s que nos vão ajudar nos níveis seguintes sem qualquer restrição, apenas temos de navegar pelo mapa e deslocar pelos caminhos que fomos abrindo ao concluir níveis, o que é excelente e mostra a progressão que o jogador teve até então. Para além disto resta-me referir que agora muitos dos níveis têm uma saída alternativa que por desbloqueiam atalhos no mapa ou segredos. E como sabemos se determinado nível tem uma saída alternativa? No mapa cada nível tem um ponto amarelo ou vermelho, se for amarelo então não tem qualquer saída alternativa mas se for vermelha é sinal que existe uma escapatória diferente, e dentro do nível é preciso colocar uma chave numa fechadura que nunca estão muito longe uma da outra. Um outro local que muitas vezes tem uma saída deste género são as casas fantasma que se encontram pelo caminho e nelas não existe qualquer chave para a saída alternativa. Dito isto só tenho de dizer que adorei este novo sistema de navegação e progressão (que está muito bem equilibrado, não é totalmente fácil de todo mas também não é um desafio impossível), dá mais vida a este universo e promove ao jogador uma sensação de tentar descobrir tudo e mais alguma coisa pois antes o objectivo era chegar ao final do jogo, assim dependendo do estilo de jogador tanto se pode perder uma hora a terminar este jogo como muitas mais.
    Visualmente este jogo destaca-se pois é belíssimo este trabalho de 16 bits, na altura em que escrevo este texto já se passaram 24 anos desde o seu lançamento e ainda hoje me surpreende a qualidade de Super Mario World, sobretudo tendo em conta que este foi um título de lançamento da SNES. A Dinossaur Land está muito bem desenhada e dá sentido a cada tema das secções de níveis que se vão encontrando, os próprios níveis estão igualmente belos e bem desenhados tal como as animações de todas as personagens. Um trabalho de imensa qualidade, só lamento que muitas das saídas alternativas não sejam fáceis de descobrir e que Luigi e Mario partilhem o mesmo Sprite.
    O som deste jogo também me impressionou bastante, os efeitos sonoros são de qualidade e torna tudo vivo em cada um dos níveis mas a música é aquilo que mais se destaca. Existe um conjunto de músicas que se ouvem no mapa e outro conjunto nos níveis e todas elas são muito boas e por mais que se ouçam não enjoam, mas as músicas dos níveis são tão importantes que até influenciam a forma de jogar. O porquê de dizer isto é que quando a música é calma o jogo está a dizer-nos que a paciência é a chave para vencer esse nível (é exemplo a música dos níveis aquáticos), se for acelerada é sinal que temos de ser rápidos nas nossas acções e decisões (níveis com plataformas suspensas e castelos são exemplos disso) e ainda existe músicas “normais” que indicam que podemos jogar da forma que entendermos pois o nível não tem um desafio padrão. Para além disto, sempre que estivermos com um Yoshi a música desse nível ganha um novo ritmo. Este é um trabalho realmente muito bom e que serve de exemplo para o futuro, não tenho nada a apontar.

    Gráficos 9 - Para um jogo de lançamento este trabalho até surpreende pela grande qualidade que apresenta, apenas existe um ou outro ponto no design que posso criticar;
    Som 10 - Depois de atravessar uma era de 8-bits onde a variedade não era muita, este trabalho sonoro é uma evolução enorme e com grande qualidade;
    Jogabilidade 9,5 - Nunca foi tão fácil jogar um Super Mario e o Yoshi trouxe uma nova dinâmica à série, pena não existir mais Power-Up’s;
    Longevidade 10 - Divertido? Sim. Longo? Sim. Curto? Também pode ser. A longevidade deste jogo é bastante flexível e isso é notável;
    Dificuldade 9 - O normal dos jogos de plataformas, quanto mais se avança mais difícil se torna mas o desafio que nos apresentam é sempre justo e possível de concluir, as casas assombradas costumam ter puzzles pouco óbvios e não é qualquer pessoa que encontra todos os atalhos.

    Nota Final - 9,5

    Este jogo surpreendeu-me bastante e foi aquele que me fez ter um enorme gosto pelos jogos plataformas em 2D pois é realmente muito bom e tornou-se no meu preferido do género. Se não gostam de jogos de plataformas em duas dimensões, dêem uma oportunidade a este jogo, é bem capaz de fazer mudar a vossa ideia.


    _________________


    Friend Code 3DS XL (principal) | 4081-5670-1330
    Friend Code 3DS (secundária) | 1907-9133-8595
    Nintendo Network ID Wii U | BAlvez

    lobito180
    Mewtwo

    Mensagens : 5234
    Reputação : 21
    Data de inscrição : 20/01/2012
    Idade : 21

    Re: Super Mario World (SNES)

    Mensagem por lobito180 em 30/4/2014, 19:03

    Boa análise a um velho clássico.
    Como nunca tinha jogado pensava que os Yoshi's de cor diferentes eram apenas uma mudança visual. Razz

    Anyway, adicionado ao índice de análises! Wink

    BAlvez
    Mewtwo

    Mensagens : 6024
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 24
    Localização : Vila Nova de Gaia

    Re: Super Mario World (SNES)

    Mensagem por BAlvez em 30/4/2014, 22:34

    Obrigado lobito! Vê lá fazes por jogar, vale bem a pena este Mario.

    Creio que é apenas neste jogo que se se aplicam as habilidades aos Yoshi, nos jogos mais recentes onde ele aparece noutras cores é apenas coisa estética. Mas o Yoshi azul é bastante OP, ainda mais na versão do GBA pois uma vez desbloqueados os Yoshi de cores diferentes eles podem aparecer em qualquer lado, no original só nos mundos especiais (mas podem ser transportados para os níveis normais).


    _________________


    Friend Code 3DS XL (principal) | 4081-5670-1330
    Friend Code 3DS (secundária) | 1907-9133-8595
    Nintendo Network ID Wii U | BAlvez

    Conteúdo patrocinado

    Re: Super Mario World (SNES)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 20:12


      Data/hora atual: 7/12/2016, 20:12