Comunidade de Pokémon e Videojogos no geral!

Login

Esqueci minha senha

Dezembro 2016

DomSegTerQuaQuiSexSab
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário Calendário

Parceiros

Fate4Anime
PokéFórum-PT

    Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Compartilhe

    BAlvez
    Mewtwo

    Mensagens : 6024
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 24
    Localização : Vila Nova de Gaia

    Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Mensagem por BAlvez em 11/5/2014, 21:57


    Versão testada: Pokémon SoulSilver

    Em 2009 foi anunciado ao mundo algo que os fãs de Pokémon muito esperavam desde o lançamento das versões FireRed e LeafGreen, coisa que teve tantos rumores como o eventual próximo capítulo da série Half-Life. A que me refiro eu? Aos remakes das versões Gold e Silver, que mais podia ser?
    A estes novos jogos foram dados os nomes HeartGold e SoulSilver porque existe uma ligação bem especial quer pelos fãs quer pela própria equipa de produção pois foi a segunda geração de jogos Pokémon que fez despertar o verdadeiro potencial desta série que virou fenómeno. Com isto em mente, a Game Freak quis dar o melhor tratamento possível as estes remakes com o objectivo de respeitar os sentimentos de quem jogou os originais, mas também dar a sensação que este é um jogo completamente novo capaz de cativar os jogadores mais novatos e que seja uma “nova” aventura para os mais veteranos, para isso deram um novo tema a estas versões de Pokémon que é “caminha com os teus Pokémons”. Esta ideia não só foi colocada em prática nos jogos onde cada um dos 493 Pokémons pode andar junto ao treinador tal como o Pikachu fazia na versão Yellow desta série, como também a própria Nintendo desenvolveu um pedómetro especial chamado de Pokéwalker onde podemos para lá enviar os Pokémons que temos no nosso cartucho de jogo de forma a poder caminhar com eles fora da Nintendo DS. Este acessório foi distribuído em conjunto com cada unidade de HeartGold e SoulSilver de forma gratuita e curiosamente, um grupo de investigadores de uma universidade estadual de Iowa nos Estados Unidos da América concluiu em 2011 num estudo que este aparelho é dos pedómetros mais precisos até à data, algo notável para uma empresa de videojogos como a Nintendo que tem vindo a desenvolver alguns aparelhos desenhados para o bem-estar e saúde nos últimos anos (o Wii Fit é um outro exemplo disso).
    Pokémon HeartGold e Pokémon SoulSilver foram lançados a Setembro de 2009 no Japão e em Março de 2010 nos diversos territórios ocidentais, estes jogos foram o projecto mais ambicioso da Game Freak até então mas será que iriam ter o resultado que tanto ambicionavam? É a isso que vou tentar responder com esta análise, mas antes disso convém relembrar a história que tem início em Johto pois existe um período de dez anos que separam Pokémon Gold e Silver destes remakes.

    Uma vez que iniciemos o jogo, temos de escolher qual o sexo do nosso personagem e aí vemos que a rapariga introduzida na versão Crystal foi substituída por uma outra de nome por defeito Lyra, sendo que a personagem masculina é a mesma de nome Ethan. A personagem de sexo oposto à nossa será a assistente do professor Elm e estará sempre acompanhada por um Marill.
    Ao iniciar esta jornada, nós estamos na nossa terra natal de New Bark Town que se situa na região de Johto do universo Pokémon, região esta que está a oeste da de Kanto onde ocorreram os eventos das versões FireRed e LeafGreen, eventos que se passaram 2 anos antes nesta linha temporal. Ao sair de casa sabemos que o professor Elm precisa de nos ver pois um amigo seu fez uma descoberta bastante peculiar a qual gostaria que o professor desse a sua opinião, para isso é-nos oferecido um Pokémon à escolha para nos proteger das criaturas selvagens nesta missão de transporte. Esta descoberta trata-se de um ovo Pokémon nunca antes visto e uma vez entregue ao professor, ele diz para ficarmos com o Pokémon que escolhemos e desafia-nos a começar uma jornada enquanto treinador.
    O objectivo do jogo é que nos tornemos no melhor treinador de Pokémon da região de Johto, para isso temos de preencher todas as páginas da Pokédex (uma enciclopédia que é oferecida pelo professor Oak) capturando um Pokémon de cada espécie, derrotando os 8 líderes de ginásio e por fim desafiar os melhores treinadores da região que é composta pela Elite dos 4 e ainda o Campeão. Uma vez que se consiga derrotar os melhores treinadores de Johto podemos viajar para a região de Kanto onde habitam diferentes Pokémons que não se encontram na nossa terra natal, mas também existem os 8 líderes de ginásio que podemos desafiar e a maioria deles são aqueles que defrontamos nos remakes anteriores, mas também existem alguns novos como Blue, o rival de FireRed e LeafGreen. Uma vez que conquistemos o reconhecimento dos treinadores mais fortes de Kanto, o Professor Oak dá-nos acesso ao Mt. Silver que é um local restrito de Johto onde habitam por uma diversidade de Pokémons bastante fortes o que torna este local bastante bom para treinar, mas também lá reside aquele que é considerado o melhor treinador de Pokémons de sempre que é Red, o protagonista masculino de FireRed e LeafGreen que é o “boss” final de HeartGold e SoulSilver.
    Mas ao longo desta aventura iremos encontrar a Team Rocket, a organização criminosa que tentou controlar Kanto está de volta mas sem uma liderança. Por causa disto o objectivo desta “nova” equipa é entrar em contacto com o seu antigo líder Giovanni que depois de ter sido derrotado por Red desapareceu e nunca mais foi visto. Pelo caminho também iremos encontrar um rapaz ruivo por diversas vezes, servirá como nosso rival e ele quer tornar-se a qualquer custo um grande treinador de Pokémon e despreza por completo a Team Rocket, existe aqui uma ligação entre eles que não foi totalmente explicada nos jogos originais e que estes remakes irão procurar fazer.
    Por fim, só me resta dizer que muitos dos elementos históricos introduzidos em Pokémon Crystal marcam presença em HeartGold e SoulSilver, nomeadamente Suicune que ao contrário dos seus irmãos não irá percorrer Johto mas será um Pokémon lendário que podemos desafiar normalmente (se bem que num local bem diferente do original). Para além disso, foram recriados os eventos que envolvem os lendários Ho-oh e Lugia que têm uma maior relevância que antes, muito por causa das Kimono Girls e isso torna a história mais interessante e evolvente.

    Antes de falar do jogo em si, gostaria de dar uma atenção ao Pokéwalker pois foi aquilo que mais se destacou enquanto os jogos eram promovidos. Este aparelho não é só um simples pedómetro para onde podemos enviar um Pokémon que tenhamos na nossa versão (o cartucho de jogo tem infravermelhos e assim comunica com o pedómetro), por cada 20 passos que uma pessoa dê com o Pokéwalker este atribui um Watt e o objectivo de caminhar com o Pokémon fora do jogo é fazer e acumular Watts. Os Watts são bastante importantes para o progresso de jogo nesse acessório, pois sempre que colocamos um Pokémon a caminhar connosco é preciso escolher que rua ele irá percorrer e em cada local poderemos encontrar diferentes Pokémons e itens.
    Uma vez que acumulemos 10 Watts podemos utilizar o Pokéradar, um minijogo do Pokéwalker onde temos de seguir o rasto de um Pokémon selvagem e encurralá-lo para uma batalha, e assim que aconteça temos de combater esse Pokémon com aquele que está no nosso pedómetro. Existem três opções diferentes num encontro com o Pokémon selvagem, Attack causa danos ao adversário, Catch para lançar a Pokébola e ainda o Evade, esta última só a devemos usar quando esperamos que o adversário nos venha atacar, se isso se verificar então causamos danos por contra-ataque e não corremos riscos do nosso Pokémon ser atacado, mas se usarmos esta última opção em demasia e sem nexo face à batalha o Pokémon selvagem poderá fugir. É importante referir os tipos dos Pokémons neste aparelho são esquecidos e que todas as criaturas têm 4 barras de HP, um ataque normal apenas tira uma delas mas é possível causar um Critical Hit que tira duas barras, e uma vez que o Pokémon fique sem barras o combate termina. Podemos capturar no máximo três Pokémons e não é possível utilizá-los em combate, mas se apanharmos um quarto é possível substitui-lo por um dos que já temos. Utilizando o Pokéradar não é possível ganhar pontos de experiência para o nosso Pokémon, mas caminhando isso acontece e no mesmo sistema dos Daycare, cada passo corresponde a um ponto de experiência mas o nosso Pokémon apenas pode crescer um nível por cada caminhada, e crescendo níveis desta forma não irá aprender qualquer ataque que eventualmente podia aprender.
    Também existe um outro minijogo relacionado com itens chamado de Dowsing Machine, é um jogo bastante simples onde temos duas oportunidades de encontrar um item escondido atrás de um de seis arbustos. Se falharmos no primeiro movimento e o Pokéwalker mostrar a mensagem “It’s near” então o item estará no arbusto logo à esquerda ou direita do local onde procuramos, caso estiver mais longe então uma mensagem a dizer “It’s far away” irá aparecer.
    Para além disto o Pokéwalker permite ver o registo de passos dados até seis dias e mostrar o total de passos dados, também dá para ver que Pokémons apanhamos e itens que encontramos a qualquer momento, mas também é possível comunicar com um outro Pokéwalker de forma a trocar presentes para além dos dados do treinador com quem comunicarmos ficarem registados na Trainer House em Viridian City.
    Uma vez que nós dermos como terminada a nossa caminhada e fazer com que o nosso Pokémon regresse ao jogo, a nossa versão de HeartGold ou SoulSilver irá fazer a contagem dos passos dados, acumular ao valor total e guardar todos os Watts não utilizados, e é importante deixar acumular Watts pois estes (e o valor total de passos) desbloqueiam novas rotas por onde os nossos Pokémons podem caminhar. Existem outras coisas importantes de referir, uma é que quanto mais passos dermos durante uma caminhada, mais itens e Pokémons raros desbloqueamos, outra é que se utilizarmos o Pokéwalker sem qualquer Pokémon existe possibilidades de um Pokémon selvagem juntar-se a nós e até podemos envia-lo para o nosso jogo, o nosso Pokémon poderá encontrar Watts por si mesmo e uma vez que se chegue à meia-noite de um dia, o contador diário será recolocado no 0.
    Este acessório é algo muito simples em todos os sentidos, mas tendo em conta que o objectivo dele era fazer com que os jogadores tivessem um incentivo para continuar a sua aventura mesmo sem dedicar tempo frente a uma consola, incentivo este que promove um acesso fácil a muitos dos Pokémons que apenas se pode obter mais tarde no jogo, criaturas de outras regiões e ainda muitos itens, acredito que o Pokéwalker foi uma adição de sucesso e eu próprio dei bastante uso a este objecto.

    Nos jogos este tema continua onde as funcionalidades introduzidas em Pokémon Yellow e nos restantes jogos da 4ª geração de Pokémon foram levadas ao nível seguinte. No momento em que escolhemos o nosso primeiro companheiro de viagem, este fica de fora da sua Pokébola e passa a seguir-nos para todo o lado que vamos, mas quando passamos a ter múltiplos Pokémons na nossa equipa, aquele que ocupa o primeiro espaço será o Pokémon que ficará fora da Pokébola (seja ele qual for) e não é possível caminhar sem companhia (existem excepções que irei falar mais à frente), caso o Pokémon que ocupar o primeiro espaço da equipa desmaiar, o seguinte que tiver saúde irá ficar ao lado do treinador. O impressionante nesta característica é a capacidade de interacção com os nossos Pokémons e o impacto que a sua espécie, natureza, características (IV’s) e o local onde se encontram têm, por exemplo, se um Pokémon de fogo estiver em contacto com a água este irá mostrar-se muito indignado quando falarmos com ele, se tivermos um Pokémon com uma personalidade complicada como Lonely repara-se que eles demoram a abrir-se connosco se interagirmos com frequência. Quando um Pokémon for realmente nosso amigo e se estiver a caminhar nas ervas de uma rua onde outras criaturas com a mesma personalidade também gostam de estar, existe a possibilidade deste encontrar uma folha brilhante, algo raro de acontecer e que serve para mostrar a cumplicidade entre o treinador e seu Pokémon. É possível encontrar até 5 folhas por Pokémon e uma vez que isso aconteça ele irá ficar com uma coroa de folhas no seu perfil e isso adicionará uma estrela ao cartão de treinador. Para além deste raro evento, os Pokémons também encontram acessórios que podem vestir tal como acontecia no Amity Square para beneficiar a nossa participação nos Pokémon Contest, aqui serve para vestir os nossos Pokémons e tirar fotografias em Goldenrod.
    Um outro aspecto que HeartGold e SoulSilver melhoraram bastante face a Diamond, Pearl e Platinum foi o ecrã táctil que tem uma importância enorme. O menu de jogo agora apresenta-se sempre no ecrã inferior e com um simples toque na opção que pretendemos podemos gravar o progresso de jogo, abrir a nossa bolsa de itens, consultar e navegar na Pokédex, enfim, tudo que se podia fazer ao recorrer ao menu de jogo está literalmente na palma das nossas mãos com um acesso fácil e rápido. Para além disso, o ecrã inferior apresenta um botão de acção que funciona da mesma forma que o botão A, um botão de correr que funciona da mesma forma que o botão “Caps Lock” num teclado onde ao carregar uma vez o personagem irá correr até que se desligue, e ainda dois atalhos para a utilização de Key Items como a bicicleta ou uma cana de pesca. O Itemfinder foi um objecto que mereceu uma renovação e para o melhor, é um diagrama que funciona da mesma forma que a Downsing Machine do Pokétch mas podemos estar sempre a pressionar nele e vemos onde está o objecto escondido em tempo real, não é mais necessário parar de jogar para ver onde existem segredos no mapa! Também é de destacar a facilidade que é gerir a nossa equipa de Pokémons, itens ou até mesmo o armazenamento no PC, o ecrã táctil tornou a sua utilização destas funções mais intuitivo, nada que se compare aos títulos anteriores. Foi um salto enorme face a Diamond, Pearl e Platinum e depois de ter de usar controlos arcaicos quando se tinha o hardware para tornar melhor a experiência, jogar HeartGold e SoulSilver desta forma é quase como estar no céu, mas claro, a navegação dos menus pelos botões marca presença para quem prefere utilizar dessa forma.
    Outra coisa que também tira o maior partido do ecrã táctil é a actividade secundária destas novas versões de nome Pokéathlon. Como o nome indica este é um local (que se situa ao lado esquerdo do National Park) onde os Pokémons podem participar em provas de atletismo que estão focadas em cinco categorias, elas são a força, habilidade, salto, resistência e velocidade. Cada espécie de Pokémon tem as suas características e podemos verificar em quais podem ter melhor desempenho no menu da nossa equipa, mas também é possível manipular essas características de forma a tornar o nosso Pokémon mais competente em cada uma das diferentes áreas, para isso temos dar-lhe a beber um sumo de Apricorns (coisa que marca regresso à série) feito com o Apriblender, um novo item na série. Mas antes de participarmos numa competição do Pokéathlon precisamos de seleccionar em que categoria queremos participar e escolher uma equipa de três Pokémons, depois disso teremos de jogar três minijogos diferentes que vai em conta da categoria da prova. Ao todo existem dez minijogos diferentes que são distribuídos pelas cinco categorias onde apenas utilizamos a stylus para controlar a acção dos nossos Pokémons, é muito fácil de jogar, tira o melhor proveito o ecrã táctil e acima de tudo é divertido. Depois de terminar um conjunto de provas somos recompensados com pontos do Pokéathlon, esse valor corresponde ao total de pontos que fomos acumulando ao longo das provas e ainda bónus que os Pokémons podem ganhar pelo seu desempenho (como o melhor líder, o mais esforçado ou ainda o mais talentoso), se vencermos o conjunto de provas os nossos Pokémons irão receber uma medalha de vencedor. Ganhar medalhas desbloqueia novas salas no Pokéathlon Dome, e quando desbloquearmos todas podemos sentar-nos ao lado de Magnus, o dono do local, no estádio e assim começamos a ganhar mais bónus que o normal. Estes pontos são todos acumulados e podem ser trocados por itens na entrada do Dome, estes itens podem ser apricorns, vitamintas, rare candies e ainda pedras evolucionárias! Estas pedras não existiam em Gold e Silver, já em Pokémon Crystal apenas alguns contactos telefónicos é que nos poderiam dar tais coisas. Dito isto só posso concluir que esta adição é uma mais-valia em todos os sentidos e tornou-se na minha actividade secundária preferida na série, não só é divertida como também útil para o nosso progresso no jogo e podemos utilizar qualquer Pokémon pois cada um tem as suas particularidades.
    Por falar em contactos telefónicos, o Pokégear marca regresso a esta entrega e de forma bastante similar à das versões originais, mas teve uma pequena melhoria quanto à lista de contactos telefónicos. Antes apenas existiam dez espaços e dois deles eram permanentemente ocupados pelo número da nossa mãe e do professor Elm, agora não existe limite de contactos e podemos adicionar o número de treinadores que bem entendermos. Estas personagens irão ligar-nos com alguma frequência mas nós só atendemos a chamada se assim quisermos (a menos que seja evento da história onde a chamada é atendida automaticamente), e para o fazer precisamos de clicar no botão do Pokégear quando ouvimos o som do telefone e vemos o seu ícone no menu a agitar. Ao atendermos chamadas os treinadores podem dar dicas, dizer que tem algo para nos dar ou ainda desafiar para um novo combate, e podemos verificar no mapa do Pokégear se existe alguém que gostaria de se encontrar connosco caso no nome de uma rua ou local tiver um ponto de exclamação, muito útil caso nos esqueçamos que existe alguém que gostaria de nos ver. Para além dos treinadores que se vão encontrando, também é possível registar o número de todos os líderes de ginásio. Para os registar precisamos de cumprir certos requisitos para podermos encontra-los fora do seu ginásio numa determinada hora de um certo dia, quando conseguirmos o seu número o líder dirá que está disposto a realizar uma revanche se nós quisermos e diz-nos a que dia e a que hora podemos ligar-lhe para esse efeito. Uma vez que a rematch seja marcada, esse líder estará à nossa espera no Fighting Dojo de Saffron City em Kanto e terá uma equipa de seis Pokémons com níveis altos.
    Já o Bug Contest também foi alvo de alterações, ele funciona da mesma forma que antes mas a matemática para determinar os pontos foi completamente simplificada. O número de pontos ganhos tem a ver com a raridade do Pokémon que apanhamos, a que nível está e se é um Shiny ou não (ter um é uma vitória praticamente garantida), algo que me parece mais justo porque nas versões originais era uma lotaria conseguir vencer este desafio. Também é importante referir que uma vez que vençamos a Liga, novos Pokémons irão aparecer nesse local e a frequência de aparecer varia entre os dias da semana, existem Pokémons que até são exclusivos de um determinado dia.
    Para além desse concurso regressou algo que tem existido ao longo da série mas que falhou na segunda geração. O dono da Safari Zone de Fuschia, Baoba, abdicou do seu antigo negócio (que agora dá lugar a um Pal Park) para abrir num novo local uma evolução desse carismático lugar. A nova Safari Zone situa-se a oeste da cidade de Cianwood e a principal característica é que podemos personalizar este local da forma que quisermos uma vez que nos tornemos no dono dele. Existem ao todo 12 áreas diferentes mas apenas é possível ter 6 delas em simultâneo, por isso podemos escolher que áreas irão estar disponíveis e por ventura que Pokémons encontrar, é um formato bastante variado e permite o jogador encontrar com maior frequência os Pokémons que procura. Uma vez que se vença a Liga, Baoba irá ligar-nos a dizer que podemos personalizar as áreas com objectos, podem ser árvores, pedras, bancos, estátuas, enfim, a escolha é enorme e isso modifica a frequência que os Pokémons podem aparecer, especialmente aqueles de Hoenn e Sinnoh que vivem bastante escondidos na Safari Zone de Johto. Esta foi uma adição realmente muito boa e uma clara evolução do formato já conhecido.
    Uma outra novidade é que em HeartGold e SoulSilver não existem mais árvores de berries, todas as árvores que podemos encontrar nas ruas são de apricorns que podemos utilizar para fazer sumos ou dar a Kurt para nos construir Pokébolas especiais, já as bagas apenas nos são dadas pelos diversos NPC’s. Mas perguntam-me, “isso quer dizer que não existe forma de os cultivar?”, pelo contrário, uma vez que o Sudowoodo que está na Route 36 seja apanhado ou derrotado uma empregada da loja de flores irá dar-nos Berry Pots. Estes objectos são pequenas estufas portáteis que nos permitem cultivar berries ao estilo dos bonsais enquanto viajamos, algo útil e bastante cómodo.
    Falando em novidades mais pequenas, no perfil de um Pokémon agora é possível ver que impacto nos stats tem cada uma das naturezas. O stat que estiver escrito a letras azuis será aquele que irá crescer menos, já o vermelho indica aquele que irá crescer mais, caso não tenha nenhum stat escrito a essa cor é sinal que o Pokémon tem uma natureza neutra, foi uma pequena adição que facilitou e muito a vida dos jogadores. Nestes jogos sempre que se usa o Rock Smash é possível que apareça algum item nos escombros, pode bem ser um shard, um revive ou até mesmo um fóssil. Através de programas de rádio é possível ouvir melodias de Hoenn e Sinnoh que irá causar Swarms de Pokémons dessas regiões. Para concluir resta-me dizer que a nossa mãe irá continuar a guardar o nosso dinheiro (se assim pretendermos), mas em vez de o gastar algumas das nossas poupanças em decorações para o nosso quarto (opção que foi removida), ela irá enviar através de um estafeta que irá ficar no Poké Mart à nossa espera que nos irá entregar na maioria das vezes berries, mas de vez em quando ela também poderá comprar poções ou até itens importantes para batalhas competitivas como o Focus Sash ou Choice Scarf.
    Por falar em batalhas competitivas, a Battle Tower que foi introduzida em Pokémon Crystal foi substituída pela Battle Frontier! Gold e Silver já eram jogos longos por si só, estes remakes já ofereciam ainda mais conteúdo, mas a Battle Frontier complementa esta experiência. Ela ficará desbloqueada assim que vencermos a Liga Pokémon e é tal e qual a mesma que foi introduzida em Pokémon Platinum.
    Para concluir gostaria de dizer que para além dos Pokémons lendários de Johto, os de Kanto também estão presentes uma vez que se consiga vencer os 16 ginásios e estão nas suas localizações originais à excepção do Moltres que se encontra numa divisória do Mt. Silver. Mas Latios e Latias também aparecem nestes jogos assim como Groudon e Kyogre, mas estes lendários de Hoenn são exclusivos de certas versões e para desafiar Rayquaza é preciso ter os outros dois lendários do trio das condições climatéricas na mesma versão.
    Pokémon HeartGold e SoulSilver foram até à data os jogos mais completos em todos os sentidos na série, oferecem entretenimento para qualquer tipo de jogador e o conteúdo não se esgota, juntando a isso uma jogabilidade acessível e intuitiva tornam estas versões difíceis de largar. A única crítica que posso fazer é no capítulo da dificuldade pois estes jogos mantêm os níveis dos Pokémons adversários e numa altura onde enfrentamos o sétimo ginásio ainda encontramos Pokémons abaixo do nível 20, o que pode causar problemas a muitos dos jogadores que não querem perder muito tempo a treinar os seus Pokémons e também não facilitam essa tarefa, o mesmo se aplica aos treinadores de Kanto que são exigentes mas agora passaram a existir ainda mais treinadores e é mais fácil manter os níveis dos nossos Pokémons com os adversários, e o próprio Red agora tem uma equipa com níveis menores.
    Graficamente este jogo surpreendeu-me bastante pois não parece ser uma contraparte dos outros jogos da quarta geração de Pokémon, tem um aspecto mais limpo e polido, num mundo bastante belo, colorido, diversificado e está recheado de detalhes. Por exemplo, nos jogos originais a cidade de Ecruteak tentava transmitir uma imagem bastante oriental do tempo dos samurais mas agora isso é claro de ver, já Olivine queria mostrar uma povoação marítima e o design da cidade também mostra essa ideia com clareza. Johto e Kanto foram recriadas da melhor forma e locais como a Viridian Forest voltaram a ver o luz do dia após terem sido removidos em Gold, Silver e Crystal para poupar espaço no cartucho, porém a ilha de Cinnabar continua com a “desculpa” de ter sofrido uma erupção vulcânica mas está bem mais credível e é possível ver a cratera do vulcão (que voltou a ficar desactivado). As animações de combate e fora deles estão muito boas e até existem Cut-Scenes para os lendários que aparecem nas capas, mas de salientar aquelas de interacção com o Pokémon que nos segue que mostra e bem como o nosso Pokémon está, e se o nosso Pokémon for de grande tamanho ele será recolhido para a Pokébola uma vez que se entre num edifício e passamos a andar sozinhos, um detalhe delicioso. No geral este jogo está muito bom graficamente e é dos jogos mais apelativos que vi numa Nintendo DS, mas ao mesmo tempo sei que não é tudo que esta consola pode fazer e este departamento podia ser melhor explorado.
    Em questão de som eu podia só dizer que se este jogo não é o melhor, é dos melhores trabalhos sonoros de sempre na indústria dos videojogos que bastava, mas eu não sou assim e gosto de explicar o porquê. Em Diamond, Pearl e Platinum eu critiquei a ausência de efeitos sonoros enquanto se navegava pelo cenário, em HeartGold e SoulSilver somos bombardeados com efeitos sonoros pois conseguimos ouvir os passos do nosso personagem seja em terra batida, em erva, areia, em pedra ou a caminhar por folhas secas e com um efeito diferente, em New Bark temos turbinas eólicas e ouvimos o som delas girarem, no mar as suas ondas ou num lago aquele som característico da água mexer-se por causa do movimento dos animais. Isto é um buffet de sons que nem todos os videojogos têm, podem parecer coisas básicas mas dão vida aos locais e isso é o mais importante na minha opinião. Falando em músicas, temos novas versões das músicas originais, novas músicas para os novos locais e são todas de grande qualidade, sem excepção, mas aquilo que merece uma atenção especial são as músicas dos locais de Kanto. Também temos novas versões das músicas de Gold e Silver onde uma se nota uma Lavender Town mais “feliz”, mas como se sabe locais como Cerulean viram a sua música característica desaparecer por uma mais genérica por causa da tal gestão de espaço e com muita pena minha, mas neste remakes as melodias cortadas voltaram aos seus locais e isso faz as delícias dos fãs. Mas isto não é tudo, uma vez que se consiga todos os 16 crachás de ginásio podemos ir ao estúdio da Game Freak situado em Celadon e ao falar com o sonoplasta ele dá-nos um item chamado de GB Sounds, quando activado a música do jogo passa a ser a de 8-bits tal como as versões Gold e Silver no Game Boy! Algo que achei fantástico e refresca a aventura uma vez que se chegue à fase final dela, e mesmo as músicas das novas áreas como a Safari Zone e o caminho para ela têm versões de 8 bits, eles não estavam a brincar quando disseram que o objectivo era agradar a todos os públicos! Um trabalho sonoro fantástico, sem tirar nem pôr.

    Gráficos 9,0 - Uma clara evolução do trabalho feito em Diamond, Pearl e Platinum em regiões perfeitamente recriadas e muito belas. Este é dos trabalhos mais bonitos que vi na Nintendo DS, mas esta consola é capaz de mais;
    Som 10,0 - Excelente a todos os níveis e faz as delícias dos fãs;
    Jogabilidade 10,0 - Um jogo repleto de novidades e uma clara evolução daquilo que já estava feito mas mal explorado;
    Longevidade 10,0 - Pokémon Gold e Silver já tinham muito que fazer, mas estes remakes conseguem exceder as espectativas com a quantidade e qualidade de coisas para fazer;
    Dificuldade 9,0 - Em Johto progredir em questão de níveis não é propriamente confortável, mas em Kanto a história já é outra e ainda existe conteúdo para entreter quer os jogadores mais casuais quer os mais experientes.

    Nota Final - 9,6

    Se existe algum jogo que merece estar no dicionário como definição da palavra “Remake” é Pokémon HeartGold e SoulSilver, pois mantiveram aquilo que é característico dos jogos originais, actualizaram-no para os tempos que correm e adicionaram bastante conteúdo que expande a experiência em todos os sentidos torna esta aventura praticamente nova. O objectivo a qual a Game Freak se comprometeu foi atingido na perfeição e o Pokéwalker foi uma expansão de jogo que poucos esperavam mas todos adoraram, por causa disto estes tornaram-se nos meus jogos preferidos de sempre e não posso deixar de recomendá-los a quem quer que seja.

    --

    Só me resta dar uma palavra de apreço a duas pessoas que me ajudaram bastante na realização desta análise.
    Primeiramente gostaria de agradecer ao meu avô António que me ajudou a desbloquear todo o conteúdo do Pokéwalker num curto espaço de tempo tendo em conta a sua actividade. Para um homem acima dos 70 anos de idade ele exercita-se como poucos e até causa inveja a muita gente nova, por caminhar bastante enquanto cuida do seu quintal e das suas criações ou então a andar de bicicleta fez com que o pedómetro contasse imensos passos.
    Por último mas não menos importante, quero mostrar o meu grande agradecimento ao meu amigo André, mais conhecido como lobito180 nos locais que participa na internet, pela paciência e disponibilidade a ajudar-me a rever este texto. Chamou-me à atenção e indicou-me onde podia melhorar para que esta minha extensa análise tivesse a melhor qualidade possível.
    Mais uma vez, o meu sincero obrigado!


    Última edição por BAlvez em 11/5/2014, 22:44, editado 1 vez(es)


    _________________


    Friend Code 3DS XL (principal) | 4081-5670-1330
    Friend Code 3DS (secundária) | 1907-9133-8595
    Nintendo Network ID Wii U | BAlvez

    xdjogs
    Suicune

    Mensagens : 2676
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 05/01/2012
    Idade : 22
    Localização : Caldas da Rainha

    Re: Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Mensagem por xdjogs em 11/5/2014, 22:05

    Mais uma grande análise, BAlvez, para não variar xD
    Concordo com o que dizes, é mesmo um grande remake. Eu adorei o regresso da funcionalidade de teres um Pokémon atrás de ti (que era algo que achava espectacular no Yellow), e no fundo, é um remake excelente do melhor Pokémon de sempre, portanto, é mesmo mesmo bom XD Também acho que a nota é justa, se alterasse talvez fosse para subir um bocadito, mas também não tenho a certeza. Agora comecei-me a lembrar dos bons tempos a jogar Gold na escola primária, e que bons tempos xD


    _________________

    O meu RPG: http://pokemaxi.foruns.com.pt/t693-cartao-de-jogador-xdjogs
    O meu perfil no Deviantart: http://elricmon.deviantart.com/

    Tópico dos Jogos à borla para o Steam: http://pokemaxi.foruns.com.pt/t988-jogos-a-borla-para-o-steam

    lobito180
    Mewtwo

    Mensagens : 5234
    Reputação : 21
    Data de inscrição : 20/01/2012
    Idade : 21

    Re: Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Mensagem por lobito180 em 11/5/2014, 22:14

    Um texto escrito com este empenho e detalhe merece estar 100% bom e isso foi mais do que conseguido!
    Um jogo muito muito bom e que merece ser jogado por todos, já que é o melhor jogo de Pokémon feito até à data, na minha opinião.

    Adicionado ao índice de análises! Wink

    xdjogs
    Suicune

    Mensagens : 2676
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 05/01/2012
    Idade : 22
    Localização : Caldas da Rainha

    Re: Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Mensagem por xdjogs em 11/5/2014, 22:21

    lobito180 escreveu: é o melhor jogo de Pokémon feito até à data, na minha opinião.

    Epá, tendo em conta que temos 2 regiões, 16 ginásios e lutamos com o Red, conseguimos ter tanto o Ho-oh como a Lugia mais os 3 cães lendários, o que dá origem a um jogo gigante, muito equilibrado e bem imaginado (que seria, justamente, o final épico de Pokémon xD), acho que nunca haverá um que se equipare a Gold/Silver ou HeartGold/SoulSilver xD


    _________________

    O meu RPG: http://pokemaxi.foruns.com.pt/t693-cartao-de-jogador-xdjogs
    O meu perfil no Deviantart: http://elricmon.deviantart.com/

    Tópico dos Jogos à borla para o Steam: http://pokemaxi.foruns.com.pt/t988-jogos-a-borla-para-o-steam

    lobito180
    Mewtwo

    Mensagens : 5234
    Reputação : 21
    Data de inscrição : 20/01/2012
    Idade : 21

    Re: Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Mensagem por lobito180 em 11/5/2014, 22:26

    xdjogs escreveu:acho que nunca haverá um que se equipare a Gold/Silver ou HeartGold/SoulSilver xD
    Eu também tenho essa impressão. Por muito bons que sejam, este estará sempre num outro nível.
    Mas se estivermos enganados, vai haver um jogo super hiper épico! xD

    xdjogs
    Suicune

    Mensagens : 2676
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 05/01/2012
    Idade : 22
    Localização : Caldas da Rainha

    Re: Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Mensagem por xdjogs em 11/5/2014, 22:28

    Prefiro estar certo, é sinal que a minha infância foi mesmo boa XD


    _________________

    O meu RPG: http://pokemaxi.foruns.com.pt/t693-cartao-de-jogador-xdjogs
    O meu perfil no Deviantart: http://elricmon.deviantart.com/

    Tópico dos Jogos à borla para o Steam: http://pokemaxi.foruns.com.pt/t988-jogos-a-borla-para-o-steam

    BAlvez
    Mewtwo

    Mensagens : 6024
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 24
    Localização : Vila Nova de Gaia

    Re: Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Mensagem por BAlvez em 11/5/2014, 22:51

    lobito180 escreveu:Um texto escrito com este empenho e detalhe merece estar 100% bom e isso foi mais do que conseguido!
    Um jogo muito muito bom e que merece ser jogado por todos, já que é o melhor jogo de Pokémon feito até à data, na minha opinião.

    Adicionado ao índice de análises! Wink

    Obrigado pelas palavras lobito, são destas coisas que me fazem valorizar o trabalho que faço e ter vontade de continuar.
    Mais uma vez, obrigado pela ajuda que me deste Wink

    xdjogs escreveu:
    lobito180 escreveu:
    xdjogs escreveu:acho que nunca haverá um que se equipare a Gold/Silver ou HeartGold/SoulSilver xD
    Eu também tenho essa impressão. Por muito bons que sejam, este estará sempre num outro nível.
    Mas se estivermos enganados, vai haver um jogo super hiper épico! xD
    Prefiro estar certo, é sinal que a minha infância foi mesmo boa XD

    O trabalho está feito e a nossa infância ninguém irá apagar, posso adorar estes jogos mas o meu desejo é que o próximo me encha as medidas, seja ainda melhor e consiga surpreender tudo e todos. Como o lobito diz, se isso acontecer é sinal que teremos um novo jogo bastante épico e mostra que vale a pena continuar a jogar Pokémon hoje e no futuro, aqueles que o deixaram de fazer são quem estão a perder.

    xdjogs
    Suicune

    Mensagens : 2676
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 05/01/2012
    Idade : 22
    Localização : Caldas da Rainha

    Re: Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Mensagem por xdjogs em 12/5/2014, 15:12

    Era genial um jogo em que tivesses várias regiões, em que a cada nova região tivesses de começar tudo de novo, e só tinhas acesso a todos os Pokémons que tinhas apanhado antes na altura da liga, eu iria adorar XD


    _________________

    O meu RPG: http://pokemaxi.foruns.com.pt/t693-cartao-de-jogador-xdjogs
    O meu perfil no Deviantart: http://elricmon.deviantart.com/

    Tópico dos Jogos à borla para o Steam: http://pokemaxi.foruns.com.pt/t988-jogos-a-borla-para-o-steam

    HBC
    Suicune

    Mensagens : 4639
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 21
    Localização : In the cosmos!

    Re: Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Mensagem por HBC em 18/5/2014, 17:54

    Já vou um bocado tarde para falar desta análise mas pronto, só a pude ler agora xD. Acho que está muito bem feita talvez seja a melhor que tiveste até hoje,e falaste de factos que eu desconhecia, como aquele do PokéWalker ser um pedómetro bem preciso. Daqui a uns tempos vou voltar a jogar este jogo, deixei muita coisa por fazer e quero apanhar os lendários todos e o resto dos pokemons também.


    _________________


    A jogar: Pokemon Alpha Sapphire

    BAlvez
    Mewtwo

    Mensagens : 6024
    Reputação : 24
    Data de inscrição : 30/12/2011
    Idade : 24
    Localização : Vila Nova de Gaia

    Re: Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Mensagem por BAlvez em 18/5/2014, 21:56

    xdjogs escreveu:Era genial um jogo em que tivesses várias regiões, em que a cada nova região tivesses de começar tudo de novo, e só tinhas acesso a todos os Pokémons que tinhas apanhado antes na altura da liga, eu iria adorar XD

    Esse é um pensamento muito baseado na Anime e duvido que tivesse muito sucesso, digo isto porque chegar a um ponto onde todo o progresso feito teria sido em "vão" não seria nada agradável... Agora se existisse um modelo onde o progresso era feito gradualmente onde existissem diversas regiões e uma liberdade de exploração nelas, acredito que tivesse sucesso. Peguemos no modelo que existem em alguns Zeldas, uma só história, diversos locais a explorar, poder fazer as coisas da ordem que quisermos e os eventos futuros só acontecem após cumprirmos certos requisitos. Acho que Pokémon se adaptaria a este sistema facilmente, em Pokémon Ranger existiam motivos para regressar aos locais anteriores e não era nada chato de se fazer.

    HBC escreveu:Já vou um bocado tarde para falar desta análise mas pronto, só a pude ler agora xD. Acho que está muito bem feita talvez seja a melhor que tiveste até hoje,e falaste de factos que eu desconhecia, como aquele do PokéWalker ser um pedómetro bem preciso. Daqui a uns tempos vou voltar a jogar este jogo, deixei muita coisa por fazer e quero apanhar os lendários todos e o resto dos pokemons também.

    Tarde? A menos que o tópico tenha uma data limite para ser apagado, creio que ele estará sempre aqui para ser comentado xD
    Obrigado pelas palavras HBC, quando comecei a escrever esta análise aquilo que tinha em mente era "eu quero que esta seja a minha melhor análise até agora", o lobito que o diga, e isto porque acho que o meu melhor trabalho até então foi a análise a Gold e Silver. É bom ver que o objectivo que tinha em mente foi cumprido tendo em conta o feedback que tenho tido, é sempre uma motivação extra para continuar um trabalho que adoro fazer.


    _________________


    Friend Code 3DS XL (principal) | 4081-5670-1330
    Friend Code 3DS (secundária) | 1907-9133-8595
    Nintendo Network ID Wii U | BAlvez

    Conteúdo patrocinado

    Re: Pokémon HeartGold Version & SoulSilver Version (NDS)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 20:16


      Data/hora atual: 7/12/2016, 20:16